Dodge Challenger SRT Demon terá ar-condicionado… para o motor!


O calor pode ser considerado um dos maiores inimigos dos carros esportivos. Ok, pneus na temperatura certa são desejáveis, mas o rendimento volumétrico do motor é bastante sensível à temperatura do ar que é admitido por ele.

Quanto menor a temperatura, maior a massa de mistura ar-combustível que caberá na câmara de combustão. Na prática, a redução de 10°C ou 15°C na temperatura externa pode a potência em até 5 cv no caso de motores “comuns”.

Nos motores de grande potência, a diferença pode ser ainda maior. Por isso a Dodge tomou uma medida um tanto extrema no tão propalado Challenger SRT Demon: em modo Drag, que tira o máximo de seu motor V8 com supercharger, será ativado um sistema de esfriamento forçado que envolve o ar-condicionado do carro.

Caso os sensores identifiquem que o motor está muito quente, o ar frio do sistema de ar-condicionado da cabine também será direcionado para a admissão do motor. O objetivo é fazer com que o ar a ser admitido passe mais frio pelo compressor mecânico que força o ar para dentro dos cilindros – princípio semelhante ao do funcionamento do intercooler, que por sinal o Demon também terá.

A redução na temperatura ficaria ao redor dos 20°C, o que faria uma boa diferença no tempo para o esportivo percorrer o quarto de milha (402 metros), que para os norte-americanos é tão importante quanto o tempo de 0 a 100 km/h.

O Dodge Challenger SRT Demon promete ser ainda mais insano do que o Hellcat, que já tira 717 cv e 88,1 mkgf de torque do motor V8 6.2 HEMI Supercharged, acelerando de 0 a 100 km/h em 3,5 segundos e com velocidade máxima de 320 km/h.

O grupo FCA promete que o Demon terá mais de 800 cv e quase 100 mkgf de torque. Além disso, ele terá uma redução de peso de mais de 100 kg – incluindo aí a retirada dos bancos dos passageiros da frente e de trás!

Em comparação com o Hellcat, o Demon ainda terá tomadas de ar maiores e rodas dianteiras mais largas, a ponto dos pneus serem maiores do que os usados pelos Lamborghini nas rodas traseiras, com o objetivo de manter o controle do carro quando em aceleração. Imagine o que vem por aí…

Fonte: http://quatrorodas.abril.com.br Conheça mais sobre a Giba Escapes! www.giba.com.br

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2016 Desenvolvido por: Agência WebSnap

0