Hyundai Tucson muda radicalmente no design e ganha versão híbrida plug-in

A Hyundai apresentou oficialmente as imagens e detalhes do novo Tucson.


Frente a seu antecessor apenas o nome é o mesmo, já que o SUV mudou radicalmente no design e traz até versão híbrida plug-in.


Um dos elementos mais ousados está na frente. Os faróis chamados de "Parametric Hidden Lights" parecem escondidos dentro da grade. Quando o veículo está ligado, os cinco LEDs acesos se destacam e formam uma nova identidade dentro da Hyundai.

Faróis parecem 'camuflados' dentro da grade frontal

Foto: Divulgação


O estilo futurista continua nas laterais, que trazem vincos marcantes na altura dos para-lamas, e na traseira, onde se destacam as lanternas verticais interligadas por uma barra horizontal que percorre toda a traseira.


Elegante, o interior adota um estilo mais minimalista, bem diferente das linhas chamativas da carroceria. Os comandos do ar-condicionado, por exemplo, foram agrupados em uma tela tátil, à moda do Range Rover Velar. Não há nem alavanca de câmbio, substituída por uma porção de botões no console central.


Lanternas horizontais são unidas por uma barra horizontal na parte superior

Foto: Divulgação


Com 4,50 metros de comprimento, o SUV está 2 cm maior do que seu antecessor. A largura aumentou em 1,5 cm e agora é de 1,86 metro. A distância entre-eixos cresceu 1 cm e chegou a 2,68 metros. No fim das contas, a nova plataforma também contribuiu para aumentar o espaço para as pernas no banco de trás em 2,6 cm.


O porta-malas comporta 546 litros na versão diesel híbrida-leve e 620 litros na versão a gasolina.


Tem até híbrido plug-in

Interior minimalista destoa um pouco do exterior futurista

Foto: Divulgação


Há uma ampla gama de motorizações para o Tucson 2021.


Além das opções movidas a combustão, o SUV terá versões com sistema híbrido-leve de 48 volts, híbrido e híbrido plug-in.


A opção mais básica será o 1.6 T-GDI Smartstream, que entrega 150 cv e tem transmissão manual de 6 marchas, com opções de tração dianteira ou integral.


As versões híbridas-leve de 48V serão vendidas com o 1.6 turbo a gasolina, com 150 cv ou 180 cv, tração dianteira e câmbio manual de 6 marchas. Haverá opção de caixa automatizada de dupla embreagem com sete marchas e tração integral, sendo esta última disponível apenas no modelo de 180 cv.


Versão híbrida plug-in não teve detalhes revelados

Foto: Divulgação


Já o motor 1.6 diesel será ofertado apenas na configuração de 136 cv e câmbio automatizado de dupla embreagem.


O Tucson Hybrid combina o 1.6 T-GDI a um motor elétrico de 60 cv (44,2 kW), resultando em uma potência combinada de 230 cv e torque máximo de 35,7 kgfm. A transmissão é automática de 6 marchas, com opção de tração integral.


A única versão que não teve mais dados revelados foi a híbrida plug-in. Sabe-se apenas que ele terá o motor 1.6 turbo a gasolina, mas não há informações sobre o sistema híbrido. Ainda não há previsão de de chegada do Tucson 2021 ao mercado brasileiro.


FONTE: UOL

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2016 Desenvolvido por: Agência WebSnap

0