China lança clone elétrico do Fusca; o Besouro virou Gato Punk!



Foto: Divulgação


A Volkswagen está marcando touca: já anunciou diversos modelos com a plataforma MEB para carros elétricos mas, até agora, não falou seriamente em produzir um Fusca moderno "movido a bateria".


Para variar, os chineses foram mais rápidos. Uma das estreias mais aguardadas do Salão de Xangai, que abriu as portas ao público no dia 21 de abril, é um besouro elétrico. Ou melhor: um gato!


Trata-se do Punk Cat (sim, o nome é esse mesmo), um modelo da ORA, divisão de carros elétricos da Great Wall Motors. Seu lançamento na China está previsto para o último trimestre do ano.


A aparência é mais retrô que a dos modelos New Beetle e Beetle produzidos pela Volkswagen entre 1997 e 2019. Parece mesmo um Fusca alargado e esticado. São quatro portas, mas até que os acessos ao banco de trás estão bem disfarçados.


Há cromados por toda parte, até nos arcos dos pára-lamas. O formato foi inspirado nos Fuscas alemães pré-1967 (equivalentes aos brasileiros feitos até o início de 1970). Estão lá os faróis "olho de boi", os para-choques de curvas suaves e até cópias em escala maior das lanternas traseiras pós-1962.




Foto: Divulgação


O painel com forrações que acompanham a cor da carroceria também é no puro estilo retro chinês, com direito a aro de buzina no volante. Há, contudo, uma grande tela na parte central e saídas de ar-condicionado até para os passageiros do banco de trás.


O para-brisa abaulado (mas não tanto quanto o dos Super Beetle dos anos 1970) aumenta a sensação de espaço interior. O Fusca elétrico... perdão, Punk Cat... exposto em Xangai tem um esquema de pintura bem exagerado: "saia" verde metálica, "blusa" branca e ainda há o teto preto, que se estende até o para-choque traseiro. Fora o montão de cromados.


O projetista deve ter se inspirado nos Pontiac e Buick 1947, em vez de olhar o sóbrio carro popular de Ferdinand Porsche.


Por enquanto, a Volkswagen não se pronunciou sobre tal "homenagem". Tampouco há maiores detalhes sobre a parte eletromecânica. Fala-se apenas que o modelo é baseado na plataforma ME, usada em outros carros elétricos da ORA. Aí a má notícia para quem gosta de Fuscas de verdade: essa plataforma tem motor e tração dianteiros, repetindo a heresia que a VW fez nos New Beetle.


Criada em 2018, a ORA lançou feito carros bem interessantes, como o urbaninho R1, também chamado de Black Cat. Uma criação mais recente é o hatch Good Cat, que lembra um Porsche Cayenne encolhido. O modelo tem 4,23 metros de comprimento, motor elétrico de 143 cv e autonomia de até 501 km.


Fonte: INSIDEEVs


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square