McLaren inova na suspensão e espera que conceito diferente seja "acerto em cheio"

James Key, diretor-técnico da McLaren, mostrou confiança no design do carro e afirmou que o desenho diferente utilizado pela equipe na suspensão do MCL36 será difícil de copiar. Resta saber se será certeiro





Foto: Divulgação


A McLaren divulgou na última semana o MCL36, novo carro para a temporada de 2022 da Fórmula 1, com algumas novidades interessantes. Além da pintura, com um azul mais claro e detalhes em preto, a suspensão utilizada pela equipe britânica chamou a atenção pelo design diferente do padrão.


Tradicionalmente, os carros costumam utilizar suspensão push-rod (braço da suspensão saindo da parte de cima do carro) na frente e pull-rod (braço da suspensão saindo da parte de baixo do carro) na traseira. Mas, para 2022, a McLaren optou pelo caminho inverso.


"É uma suspensão pull-rod, nós já vimos isso em anos anteriores. Todo o layout da suspensão tem a ver com a aerodinâmica. Na frente, é a única coisa que você pode mexer entre a entrada do assoalho e a asa dianteira", confirmou James Key, diretor técnico da McLaren, em entrevista ao site The Race.


A opção do time de Woking tem a ver com a nova filosofia dos carros em 2022. Com grande parte da pressão aerodinâmica sendo criada pelo chão do carro, através do efeito-solo, a McLaren optou por mudar a geometria da suspensão para direcionar o ar para onde deseja.


"Será bem óbvio quando os carros forem para a pista", afirmou Key sobre a mudança na suspensão. "E você não pode copiar isso muito facilmente, então será interessante ver quem mais fará isso. Eu vi que a Aston Martin fez o oposto, por exemplo".


Além da McLaren, a Aston Martin foi a outra equipe que de fato mostrou algo em seu carro durante o lançamento. A Haas utilizou apenas imagens computadorizadas, enquanto Red Bull e Alpha Tauri só divulgaram a pintura em carros genéricos.


Mesmo contente com a solução desenvolvida, James mostrou um pouco de receio de sua equipe ser a única com este desenho na suspensão: "Se nós formos o único carro a fazer isso, nós ou acertamos em cheio, ou…"


"Acho que veremos muitas ideias interessantes. Para nós, parecia uma solução interessante a se testar. Certamente tem propriedades com as quais estamos muito contentes", completou Key.


O MCL36 vai para a pista pela primeira vez nos primeiros testes da Fórmula 1, que acontecem em Barcelona entre os dias 23 a 25 de fevereiro. A primeira prova está marcada para o dia 20 de março, no Bahrein.


Fonte: Terra


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square