top of page

O que é manutenção preventiva e como fazer?

Saiba o que é e como fazer a manutenção preventiva, que te ajuda a aumentar a vida útil do seu carro e ainda faz você economizar no bolso.



Foto - Divulgação

Certamente, uma das tarefas mais importantes do piloto é estar sempre em dia com a manutenção do seu carro, independentemente do modelo ou tipo de utilização. Afinal de contas, os automóveis são máquinas extremamente complexas que dependem do funcionamento de vários sistemas interligados para manter a segurança e conforto dos seus passageiros. Por isso, hoje você vai conhecer uma das principais maneiras de manter o seu veículo em dia: a manutenção preventiva! 


É como diz o ditado: melhor prevenir do que remediar, não é mesmo? Com a manutenção preventiva, você aumenta a vida útil do seu carro e ainda economiza no bolso para fazer aquela próxima viagem com as pessoas que você ama no banco do passageiro. Confira a leitura!

 

Qual a diferença entre manutenção e manutenção preventiva?


Em primeiro lugar, é importante destacar que a manutenção preventiva é diferente de uma revisão normal por focar justamente em prevenir problemas mais graves que possam acontecer, exigindo trocas de peças ou que o carro fique alguns dias na oficina mecânica. Do mesmo jeito que nós fazemos exames de rotina para saber se está tudo em ordem dentro do nosso corpo, também é importante ter esse mesmo cuidado com o seu carro! 


Assim, você faz com que o seu parceiro de estradas se mantenha em ótimas condições por mais tempo e garante que ele está sempre rodando com sua potência máxima. Além de aumentar a sua segurança e a dos seus passageiros, é claro. 


Já imaginou se você está no meio de uma estrada ou em um local desconhecido e o seu carro simplesmente para de funcionar? Justamente para evitar essas situações, é importante realizar a manutenção preventiva para identificar e corrigir possíveis problemas que possam impactar a performance do seu veículo.


Além disso, investir na manutenção preventiva antes que o problema aconteça também ajuda você a economizar dinheiro a longo prazo. Afinal, é muito mais barato trocar uma correia do que arcar com o desgaste das peças do seu carro, que precisarão ser substituídas – custando seu tempo e dinheiro. 

 

Quando é importante fazer a manutenção preventiva?


  Agora que você entendeu a importância da manutenção preventiva, chegou a hora de saber onde e como fazê-la. Antes de responder essa dúvida, é importante notar que, apesar de existirem algumas indicações gerais, é sempre bom conferir o manual do seu carro para entender as especificidades de manutenção do seu modelo


Dito isso, normalmente a manutenção preventiva acontece a cada 6 meses ou depois de 10 mil quilômetros rodados, o que acontecer primeiro. Essa revisão também é importante no caso dos veículos seminovos ou usados, para conferir se o carro passou mesmo por todas as manutenções necessárias e se está em dia para rodar em segurança. 


Enfim, outros aspectos que influenciam a periodicidade da manutenção preventiva tem a ver com a maneira como você utiliza o seu carro. Além da direção segura, que já discutimos aqui no Blog, é importante também não deixar o seu veículo exposto a condições climáticas muito extremas – como tempestades ou locais muito ensolarados, por exemplo. 


Ficar exposto aos elementos naturais faz com que o seu automóvel tenha um desgaste maior do que o normal, tanto na parte externa quanto interna. Por isso, algumas dicas são:


  • Evite circular com o seu carro em estradas de terra com muita poeira ou ruas esburacadas;

  • Estacione sempre em locais fechados, cobertos e use capas de proteção no seu veículo sempre que possível;

  • Fuja das horas parado no trânsito ou congestionamentos muito longos, onde você fica a maior parte do tempo em primeira ou segunda marcha;

  • Nunca ultrapasse a carga útil do seu veículo. 

 

O que verificar na manutenção preventiva?


Finalmente, chegou a hora de abrir o capô e conhecer os principais itens que são inspecionados na manutenção preventiva. O primeiro passo é achar um mecânico da sua confiança que tenha experiência com o seu modelo – isso vai facilitar que quaisquer problemas sejam identificados e resolvidos rapidamente. 


Uma outra dica é ficar atento às reações do seu carro no dia a dia. Afinal, ninguém conhece melhor o seu parceiro de estradas do que você, não é mesmo? Se você sentir o volante mais duro ou perceber que o veículo está demorando mais para frear, a melhor pedida é uma revisão para já pegar qualquer detalhe que possa se tornar um problema mais grave.


Porém, caso nenhum aspecto do seu carro tenha chamado atenção, os componentes que são normalmente verificados na manutenção preventiva são:


  • Alinhamento de direção (suspensão dianteira);

  • Calibração e rodízio de pneus;

  • Sistema de frenagem e fluido de freio;

  • Correias do motor;

  • Radiador;

  • Discos, pastilhas e tambores;

  • Óleo e filtro;

  • Limpeza do sistema de arrefecimento;

  • Filtro de ar;

  • Filtro de combustível;

  • Palhetas e limpadores do pára-brisa;

  • Lâmpadas e lanternas;

  • Vidros;

  • Equipamentos de segurança, como cintos e airbags;

  • Detalhes da lataria em geral.


Com isso, você fica mais seguro e confiante atrás do volante sabendo que o seu carro está na sua melhor condição e usando toda a sua potência para te proporcionar momentos únicos, seja na estrada ou na cidade. 


E claro, se você ainda não tem o carro dos sonhos para te acompanhar na rotina, nossa equipe de especialistas está aqui para te ajudar! Ficamos à disposição para bater um papo e avaliar as suas necessidades para, juntos, encontrarmos o modelo perfeito para você.


Fonte: Box 99

Comentarios


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page