top of page

Volkswagen terá 100% de seus carros esportivos eletrificados até 2030


Foto - divulgação


Conforme planos da marca, todos os veículos esportivos “R” serão eletrificados antes mesmos da obrigatoriedade instalada na União Europeia, já definhada para 2035; entenda os detalhes.



Foto - divulgação


Carros esportivos da Volkswagen serão todos eletrificados

A Volkswagen é uma das marcas que mais está focada na eletrificação de sua frota. Tanto, que a montadora tem a intenção de ser a marca líder no segmento de veículos elétricos. E para isso, ela anunciou que eletrificará seu portfólio esportivo antes mesmo das regras impostas pela União Europeia.


Os modelos da linha R serão 100% eletrificados a partir de 2030, cinco anos antes do imposto no continente europeu.


É válido lembrar que os automóveis da linha R da montadora alemã são conhecidos por ter uma capacidade e performance ainda mais surpreendente que as linhas GTI e GTS.


Ou seja, os planos da marca são de aliar o propulsor elétrico aos modelos sem perder toda a originalidade e capacidade iniciada em 2002, quando a marca deu início à linha R.


Geralmente, os carros da linha R são facilmente identificados pelo logotipo posicionado na grade frontal, para-lamas e na tampa do porta-malas.


É válido destacar que a linha R além de modificações estéticas também tem alterações no conjunto mecânico para tornar o modelo tradicional mais esportivo. Algo diferente da linha R-Line, que apenas conta com mudanças visuais nos veículos.


Hoje, a linha R da Volkswagen não possui nenhum veículo elétrico. No entanto, os candidatos para iniciar essa nova fase são os ID.4 e ID.5. Além deles, nomes já existentes e consolidados dentro do portfólio também podem ganhar versão elétrica e cheia de esportividade, como é o caso do Golf R, Tiguan R e Passat R.



Foto - divulgação


Europa define o fim dos carros a combustão a partir de 2035

Na última quinta-feira, a União Europeia determinou que os automóveis movidos à combustão serão banidos do bloco até 2035. A mudança segue o que foi acordado entre nações e montadoras na COP26.


A medida prevê o banimento de automóveis movidos a diesel e gasolina e pode ser uma grande oportunidade de mercado para automóveis elétricos e a biocombustíveis.


Segundo as informações divulgadas pela Reuters, os países da União Europeia, o Parlamento Europeu e a Comissão Europeia acordaram que os montadoras precisam eliminar 100% das emissões de CO2 até o ano de 2035, algo que torna impossível vender novos automóveis movidos a combustíveis fósseis nos 27 países que compõe o bloco.


Ainda segundo as informações da Reuters, o novo acordo também inclui um corte de 55% de emissões de CO2 para novos automóveis vendidos em 2030, em comparação com os níveis de 2021. Algo que é muito superior ao objetivo anterior, de 37,5% de redução até o final do mesmo período.


A pressão legislativa é um dos fatores que está fazendo as montadoras buscarem alternativas, como a eletrificação total dos seus modelos.


A medida faz parte de um pacote de propostas sustentáveis que estão sendo apresentadas no bloco e segue proposições estabelecidas na COP26 que, no total, teve cerca de 200 países acordando na mudança de práticas em prol da sustentabilidade e contra as mudanças climáticas.

Comentários


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page