Conheça a origem dos logotipos das marcas de carro


Foto: divulgação


A identidade começa com os logotipos das marcas e no setor automotivo isso também é uma verdade.


Além dos icônicos carros, o brasão das montadoras são reconhecidos mundialmente, se tornando itens de desejo, como o tradicional cavalo da Ferrari.


Conheça a história de alguns deles.


Ford



Foto: divulgação


Um dos logotipos das marcas mais famosos é o selo da Ford. Ele não possuí nenhuma história conhecida, apenas que segue a caligrafia de seu fundador, Henry Ford. Jan Valentic, VP de Marketing Global da marca, falou em depoimento uma vez sobre a força do logo: “o formato oval da Ford é um símbolo poderoso, conhecido por todo mundo como um ícone da companhia que coloca o mundo sobre rodas.


Nesse próximo século, queremos deixar claro que este é o símbolo que será líder da indústria em três vertentes: ótimos produtos, um negócio forte e um mundo melhor.”


Toyota



Foto: divulgação

A Toyota foi fundada nos anos 1930 e desde então produziu carros que foram sucesso de venda, como o Corolla. Durante bastante tempo usou o nome da empresa como um logotipo.


Isso só mudou em 1989, quando a empresa japonesa adotou o símbolo composto por três ovais sobrepostos.


Com o objetivo de formar uma relação de confiança entre as partes., o logo da Toyota foi pensado de forma a representar, ao mesmo tempo, a letra “T” e a união dos corações dos consumidores, da empresa e do mundo.


Fiat



Foto: divulgação

A Fiat realizou várias mudanças de logotipos durante a história. O símbolo atual da Fiat foi lançado em 2020.


Chamado de Script, faz uma referência aos logos antigos da marca do Grupo Stellantis, trazendo apenas a sigla da Fábrica Italiana de Automóveis de Turismo em uma fonte estilizada.


Esse logo sempre é acompanhado das quatro barras pintadas nas cores da bandeira italiana, numa forma de reforçar a origem italiana da marca.


Volkswagen



Foto: divulgação


A história do logotipo da Volkswagen é alvo de alguma controvérsia. As origens do emblema remontam ao final da década de 30, altura em que a marca germânica dava os primeiros passos no setor. Aquando da inauguração da Volkswagenwerk, uma fábrica no norte da Alemanha, a Volkswagen terá lançado uma competição interna para a criação de um logótipo.


O vencedor acabou por ser Franz Xaver Reimspiess, um engenheiro que foi também responsável por melhorar o motor do célebre “Carocha”. O logótipo – com uma roda dentada, símbolo da Frente de Trabalho Alemã – foi registado oficialmente em 1938.


Chevrolet



Foto: divulgação

Apesar de ser uma das principais marcas automotivas de todos os tempos, não há nenhuma confirmação sobre a inspiração do logotipo da Chevrolet.


Porém, certa vez, o cofundador da marca, William C. Durant, afirmou que se inspirou no design de um papel de parede de um hotel em Paris. Já sua filha diz que o design foi elaborado pelo pai durante um jantar de família.


Uma terceira teoria remete às origens de Louis Chevrolet. Filho de franceses, mas nascido na Suíça, ele pode ter se inspirado na bandeira do seu país de origem.


Ferrari



Foto: divulgação

Quando falamos dos logotipos das marcas, a Ferraris sempre vem a cabeça. Francesco Baracca, famoso piloto de avião e herói italiano na Primeira Guerra Mundial que morreu em 1918, tinha o cavalinho no painel de seu avião. Em 1923, Enzo Ferrari conheceu os pais de Baracca.


No encontro, Paulina, a mãe do herói de guerra, disse para o engenheiro que colocasse o cavalinho em seus carros, que isso lhe traria boa sorte. Enzo atendeu ao pedido e adicionou o amarelo no fundo como referência à sua terra natal de Modena.


No topo, as cores verde, branco e vermelho representam a bandeira italiana e, na parte de baixo, as letras S e F significam Scuderia Ferrari.


Fonte: Reparação Automotiva

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square