top of page

Esportivos e sustentáveis! Ferrari vende mais híbridos do que carros a combustão

Os carros híbridos da Ferrari vieram para ficar. Pelo menos, é o que revela os dados divulgados pela marca. 


Foto - Divulgação

Segundo a fabricante italiana, 51% das variantes emplacadas, entre julho e setembro, tinham essa configuração. Superando, inclusive, os modelos tradicionais


Os dados foram divulgados no relatório de resultados financeiros da marca, que corresponde ao terceiro trimestre de 2023.


Cenário é inédito na história da Ferrari 


No comparativo com 2022, o mesmo quesito destaca que 19% dos automóveis foram emplacados, enquanto no trimestre anterior, a fabricante italiana registrou 43%


Para que você entenda o impacto dos carros híbridos para a Ferrari, quatro dos 13 veículos do portfólio da companhia foram responsáveis por potencializar as vendas dos automóveis da empresa. 


Aliás, Benedetto Vigna, CEO da companhia, analisa esse novo comportamento do consumidor:

 

“Alguns deles não vão aceitar carros elétricos, outros vão aceitar ambos, outros vão entrar para a família Ferrari por causa dos carros elétricos”

Conheça os veículos mais vendidos da Ferraria 


Os “supercarros” são os campeões de vendas da fabricante italiana, tendo as versões 296 GTB e GTS como os principais destaques, sendo este o primeiro automóvel de entrada da montadora. 



Foto - Divulgação

Apesar disso, especula-se que as versões tradicionais retornem a primeira posição em relação às vendas, já no próximo ano. 


Especulações da Ferrari para 2024 


Tal previsão se dá porque a Ferrari intensificou a produção para o modelo Purosangue. Via de regra, ele é equipado com um motor V12.


Além disso, esse carro não é híbrido,

  

A indústria automotiva acredita, inclusive, que ele será capaz de contribuir para que as versões a combustão sejam mais emplacadas no próximo trimestre, com um em cada cinco modelos vendidos em 2024. 


Em paralelo, a proposta da Ferrari é obter 40% de linha de veículos composta por versões elétricas até o fim da década. Para isso, ela pretende mostrar ao mercado, o primeiro 100% eletrificado, em 2025. 


O que diz o CEO da Ferrari?


Benedetto Vigna, CEO da marca, não teme a concorrência das outras fabricantes do mesmo segmento. 


Contudo, ele afirma que o principal obstáculo para a companhia será trazer a emoção de um veículo a combustão para o modelo elétrico. 


“Carros eletrificados são relativamente fáceis do ponto de vista tecnológico. O verdadeiro ponto é como extrair a melhor emoção para o uso dessa tecnologia que você deseja oferecer ao motorista”, explicou Vigna.


Foto - Divulgação

Em entrevista cedida ao portal Bloomberg, Vigna traz outros detalhes sobre o primeiro carro elétrico da marca. Vale a pena conferir!





Comentarios


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page