SUV do Kwid, Renault Kiger tem motor turbo e surpreende pelos equipamentos


Foto: Divulgação O modelo estreará um novo motor 1.0 turbo de 100 cv e sua chegada em solo brasileiro ainda é um mistério

Com o crescimento da Renault na índia e o exponencial aumento do domínio dos SUVs no país, não demoraria para novidades serem anunciadas para o mercado local. O Renault Kiger é o mais novo SUV da marca e é exclusivo para o mercado indiano.

Ele foi desenvolvido sobre a mesma plataforma do Kwid, mas em uma versão maior que também equipa o Nissan Magnite, denominada CMF-A+. 

Apesar de sua aparência robusta, as medidas contradizem nossos olhos. São apenas 3,99 metros de comprimento, 1,75 metros de largura e espaço entre-eixos de 2,5 metros. Tudo porque carros com menos de 4 m de comprimento pagam menos impostos na Índia.

Foto: Divulgação

Mesmo com medidas diminutas, o Kiger ainda mantêm alguns números atraentes para os compradores. O vão livre do solo soma incríveis 20,5 cm e a capacidade de carga do porta-malas é de 405 litros e pode chegar aos 879 litros com a segunda fileira de bancos rebatida.

Na dianteira do veículo, predominam os detalhes em cromado em conjunto com os DRLs em leds extremamente estreitos na altura da logomarca da Renault que compõem um só design com a grade superior.

O conjunto óptico é completado com dois trios de faróis em LED dispostos nas duas extremidades horizontais da dianteira. O formato quadrado e a visível separação das luzes dá um visual mais aventureiro e parrudo para o modelo.

Foto: Divulgação

Nas laterais, caixas de roda altas e revestida por molduras plásticas envolvem as rodas de liga leve aro 16.

A traseira pode ser um dos pontos mais polêmicos do Renault Kiger. As lanternas  de leds em formato de duplo “c” alongam a carroceria para além do limite da porta do porta-malas e seu design em alto relevo contribui para aquela impressão já comentada de o carro aparentar ser maior do que o anunciado.

A solução causa a reação esperada, mas, se olharmos o modelo a 45º partindo da dianteira, parece que ele foi esticado e pode gerar certo estranhamento.

Foto: Divulgação

Embora as versões ainda não tenham sido descritas pela Renault, uma grande lista de equipamentos já foi divulgada.

Chave presencial, partida por botão, câmera de ré, ar-condicionado digital com função automática e central multimídia flutuante de oito polegadas com conectividade sem fio com Android Auto e Apple CarPlay são esperados para equipar a linha.

Foto: Divulgação

As versões mais caras contarão também com seletor de modos de condução com função “Multi Sense” que altera os dados oferecidos pelo veículo no painel de controles de acordo com o modo escolhido (Normal, Eco ou Sport).

Serão oferecidas pela fabricante duas opções de motorização. Para as versões mais básicas, um motor 1.0 aspirado de 76 cv e 9.7 kgfm que pode ser associado a uma transmissão manual ou automática de cinco velocidades.

Já para as versões mais equipadas, o Kiger contará com um novo motor 1.0 turbo de três cilindros que entregará 100 cv de potência e 16.3 kgfm de torque.

Foto: Divulgação

O novo motor continua a ser oferecido com transmissão manual, mas o câmbio automático é substituído por uma caixa CVT com simulação de cinco marchas. Nessa configuração, a fabricante garante um consumo médio de 20 km/l.

Com lançamento previsto para o final de 2021 na Índia, a vinda do SUV compacto para o Brasil ainda é uma incógnita. A Renault caminha para ter outro SUV compacto por aqui.


Fonte: QUATRO RODAS

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square