Bentley Flying Spur ganha motor V8


Pouco mais de um ano depois de trocar de geração, o Flying Spur, único sedã da Bentley desde o fim do Mulsanne, ganha uma segunda opção de motor. Agora, ele também pode ser movido pelo 4.0 V8 biturbo adotado pelos irmãos da linha Continental GT. O novo propulsor não tinha de cena o W12 aspirado oferecido até o momento.


Como dito, a novidade da vez é a cegada do V8 ao sedã. Ele entrega 550 cv e 78,7 kgfm às quatro rodas, mediante o câmbio automático ZF de oito marchas. Sendo 100 kg mais leve que o Flying Spur W12, ele vai de zero a 100 km/h em 4,1 segundos, com máxima de 318 km/h. O modelo mais forte, com seus 635 cv e 91,8 kgfm, melhora os números para respectivos 3,8 s e 333 km/h. Visualmente, o V8 se diferencia do 12-cilindros pelas saídas de escape: são quatro no estreante, contra duas do 6.0.

Segundo a Bentley, o modelo V8 tem melhor distribuição de peso entre eixos que o W12. E traz também tecnologias em favor da condução, como barras estabilizadoras ativas, nos dois eixos, acionadas pela rede de 48 volts (opcional), suspensão pneumática adaptativa com três câmaras e vetorização de torque por frenagem, além do sistema de esterçamento das rodas traseiras (também em opção). Como de praxe, o V8 dispõe da série de itens de customização da Bentley, entre eles a opção de banco traseiro para três ou dois ocupantes, diferentes combinações de revestimento e acabamento e variadas opções de cores e rodas.


A estreia do Flying Spur V8 começa na Europa e no Reino Unido ainda em 2020. O desembarque em outros mercados ocorre no começo de 2021.

Fonte: Allthecars

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2016 Desenvolvido por: Agência WebSnap

0