Conta que não fecha: carros econômicos são os mais caros; entenda


Foto: divulgação


Com o preço da gasolina atingindo níveis recordes, ao decidir comprar um carro novo uma das prioridades deve ser a economia de combustível.


No entanto, os carros que são mais econômicos também são os mais caros, tendo em vista a tecnologia usada, veja.


Foto: divulgação


Carros econômicos, porém caros: modelos híbridos partem de R$ 170 mil

Comprar uma carro já deve ser considerada uma tarefa difícil, afinal, é necessário encontrar um modelo que se encaixe nas reais necessidades dos usuários.


Além disso, em tempos de combustíveis em alta, o modelo deve ser econômico.


No entanto, quem pretende economizar deve fazer uma escolha, afinal, essa vantagem pode vir somente em longo prazo caso decida comprar os modelos mais econômicos disponíveis no mercado atualmente, os de propulsão híbrida.


Os carros híbridos são veículos dotados de motores a combustão, que atuam em conjunto com um motor elétrico.


Ele por sua vez pode usar a tecnologia de regeneração para recarregar as baterias, como é o caso dos veículos da Toyota, por exemplo, ou adotar o sistema plug-in, que utiliza de uma fonte externa para receber a nova recarga.


De todo modo, os carros híbridos e até mesmo os elétricos puros são escolhas vantajosas quando o assunto é economia.


Para método de comparação, um híbrido como o Jeep Compass S 4xe, por exemplo, é capaz de atingir um consumo urbano de 25,4 km/l. Já os modelos mais econômicos e 100% a combustão tem um consumo de 15 km/l, nos melhores casos, como no Chevrolet Onix Plus.

Porém, a diferença de preços entre os modelos pode ser bem alta, uma conta que quase não fecha: para economizar é necessário investir mais.



Foto: divulgação


A diferença de preço entre um carro híbrido e 100% a combustão

De forma bem geral, os carros híbridos são mais caros devido ao nível de tecnologia a mais utilizada nos modelos.


Para realizar o comparativo de uma forma mais justa, bata utilizar modelos que possuem a mesma versão disponível na configuração 100% a combustão e com motorização híbrida, como o Jeep Compass S.


Nesse caso, o modelo dotado de motor T270 Turbo Flex, de 1.3 litros que gera 180/185 cv de potência e 270 Nm de torque, tem um consumo urbano de 10,2 km/l , enquanto na estrada faz 11,7 km/l, sempre com gasolina. Já o preço é de R$ R$ 216.990.


Porém, o Compass com a mesma configuração de acabamento e motor híbrido, que é composto pelo mesmo propulsor T270, porém, somente a gasolina, e atua junto com um motor elétrico, gera 240 cv de potência e 270 Nm de torque.


A quilometragem média por litro é de 25,4 km no ciclo urbano e de 24,2 km/l na estrada. Porém, o preço é de R$ 349.990.


Ou seja, o Compass com tecnologia híbrida tem um alcance superior de 15,2 km/l na cidade e de 12,5 km/l na estrada, porém, chega a ser R$ 133 mil mais caro.


Foto: divulgação


Fonte: Garagem 360

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square